PASSO A PASSO

Protocolo pré-operatório

A - Consulta Médica com Cirurgião Bariátrico

B - Exames após a consulta:
endoscopia digestiva alta (*)
ultrasom abdominal total
bioimpedanciometria (*)
radiografia do tórax
espirometria ou prova ventilatória completa
avaliaçao pneumológica
exames de sangue, fezes e urina rotina
avaliação psicológica ou psiquiátrica (*)
avaliação nutricional (*)
avaliação fisioterápica (*)
duplex scan vascular venoso de membros inferiores, em casos
de TVP ou TEP prévios (*)
avaliação endocrinológica, se necessário (**)
avaliação do risco cirúrgico cardiológico (**)
avaliação pré-anestésica

(*) Disponíveis em nossa Clínica - Equipe Multidisciplinar

(**) Muitos pacientes já sao acompanhados por estes profissionais, devido à própria obesidade ou às suas consequências (hipertensão arterial e diabetes). Em tal caso, o ideal é que estas avaliações sejam realizadas pelos profissionais que já tratem desses pacientes.

C - Autorização da Cirurgia junto ao Convênio
(apenas para pacientes que tenham algum convênio ou seguro saúde)

Alguns convênios exigem uma perícia médica. Em tais circunstâncias, todos os exames, até então realizados, devem ser levados para a consulta.

Cumpridas as exigências dessa etapa, marca-se, com o cirurgião, nova consulta para:

a) análise dos resultados; b) definição sobre a data da cirurgia. Urge alertar sobre a importantíssima participação na reunião do pré-operatório (grupos de ex-obesos operados). Temos profissionais do setor administrativo que podem orientá-lo e acessorá-lo durante este processo.

D - Internação: Orientação e Procedimento
A internação é feita pela manhã, no dia marcado para a cirurgia; O paciente deve apresentar-se em jejum de 12 horas.

Utilizamos anticoagulante subcutâneo doze horas antes da cirurgia (Versa® - 40 mg), para a prevenção de embolia pulmonar, além de um laxante intestinal no dia anterior.

É fundamental levar para o hospital uma meia elástica antiembolismo para ser usada durante a cirurgia e nos primeiros dias do pós-operatório.

Nos casos de cirurgia convencional, uma cinta abdominal mHm cintas® de contenção também deve ser levada para o hospital. Esse item é dispensável para os casos de cirurgia laparoscópica.

Um formulário de consentimento informado deve ser assinado previamente pelo paciente.

A hospitalização dura em média, de dois a três dias. A permanência em CTI é utilizada apenas em casos especiais.

Reuniões | Depoimentos | Telefone: 31 3292.5929